Mensagens

Consumerismo

1. Consultando o link completa dois dos tópicos "Não é fácil, ser consumidor!" (p. 7) 
Diversidade de produtos e serviços complexos e sofisticados: Antigamente tínhamos poucas condições de escolhas em relação alguns produtos, mas hoje com o auxílio da tecnologia a diversidade aumentou consideravelmente.
Diferentes preços, diferentes marcas: Cada marca irá colocar os seus produtos à venda com diferentes preço. Assim, o consumidor tem bastante por onde escolher, de acordo com o seu gosto e o seu orçamento.
2. A DECO concebeu a apresentação que tens estado a ler para promover a Educação do Consumidor e práticas consumeristas.
Refere dois objectivos da Educação do Consumidor. (p. 15) 
Dois objectivos da educação do consumidor são, por exemplo, satisfazer as suas necessidades reais de acordo com os seus recursos financeiros disponíveis e compreender em que medida os seus  comportamentos de consumo e o seu estilo de vida podem afectar a economia, o ambiente e a sociedade de uma form…

Oniomania – Doença que atinge 1% da população

1.Refere factores que conduzam ao consumo impulsivo.
Os factores  que conduzem ao consumo compulsivo são, por exemplo, a vontade de querer ter o mesmo que os outros mesmo não tendo as condições necessárias e  a vontade de se mostrar superior através dos bens materiais que tem.
2. Caracteriza a oniomania.
A oniomania é a vontade compulsiva de consumir sempre mais, sem nunca estar satisfeito e de forma irresponsável. Esta pode atingir qualquer classe social.
3. Distingue o consumismo da doença (oniomania)?
O consumismo até pode ser em excesso, mas este não tem a vontade de querer sempre comprar, como a doença oniomania. O consumismo passa a doença quando a vontade de comprar deixa de ser apenas um desejo e passa a ter consequências financeiras (dívida, por exemplo) para o indivíduo. As pessoas que sofrem de oniomania também usam o consumo como analgésico para os seus problemas diários, coisas que pessoas com tendências consumistas não fazem.
4. “Comprar coisas de que não se precisa faz par…

Rendimento e Condições de Vida PT-UE

Imagem
1. Consultando a Infografia do EuroStatconstrói no Paint uma imagem comparando Portugal com o país A.



2. Consultando o destaque do INE Rendimento e Condições de Vida (Backup), comente a taxa de risco de pobreza:
a) por grupo etário de 2003 a 2013 (pp. 2);
Os idosos eram o grupo mais afectado pela taxa de risco de pobreza, sendo agora aqueles que menos estão propensos a esta (apresentam a evolução mais favorável, de 13,9 pp, tendo apresentado valores mais baixos que os jovens a partir de 2007 e do que os adultos a partir de 2011). Os jovens eram a categoria mediana, sendo agora aquela que mais está propensa a sofrer de pobreza. Os adultos eram a faixa etária que mais sofriam com o risco de pobreza, encontrando-se agora numa posição mediana (no entanto, apresentam a evolução mais desfavorável, de 2,1 pp). Apesar disto, a média de pessoas propensas a sofrer pobreza, independentemente da idade, não variou muito.
b) segundo a composição do agregado familiar (pp. 2);
As famílias sem crianças e…

Lei de Engel

Imagem
1. Calcula o orçamento de cada uma das famílias.
NOTA: Utiliza o ficheiro do Excel, e no final posta uma imagem personalizada no blogue com a Tabela das questões 1. e 2., e o Gráfico da questão 3..





2. Determina os coeficientes orçamentais das quatro famílias para cada classe de despesa.

3. Representa graficamente as despesas percentuais das famílias nas diversas rubricas de despesa.

4. Verifica como a interpretação do quadro te conduz à Lei de Engel.
Como podemos verificar no gráfico, a família mais pobre (Alves) gasta mais com alimentação do que os restantes (50% da parte dos Alves comparativamente com 36%, 24% e 15%), verificando assim que quanto maior o rendimento, menor são os gastos com a alimentação. Contrariamente, e como podemos verificar no gráfico, quanto maior o rendimento maior são os gastos com o lazer (35% da parte da família Damásio, a mais rica, comparativamente com 28%, 22% e 4%).

5. Comenta o elevado valor das subscrições de telemóveis em Portugal relativamente a outros p…

O consumo como acto económico e acto social

https://docs.google.com/presentation/d/1SoP7u7MEpEWvyK_wlNSmXWja3xw85XCBIoQeJKgHLRE/edit?usp=sharing

Necessidades – noção e classificação

1. Escreve uma composição centrada nas necessidades que satisfazes quotidianamente utilizando dez dos termos que se encontram a negrito acima.
No nosso dia-a-dia satisfazemos várias necessidades. Em relação ao custo, satisfazemos necessidades económicas (como comprar a nossa alimentação) e necessidades não económicas (como fazer exercícios). Em relação a importância de satisfazer as necessidades podemos classificá-las como primárias (alimentar-nos), secundarias (usar o vestuário) e terciárias (usar Internet). Por fim, satisfazemos necessidades relacionadas com o  facto de vivermos em sociedade. Estas são individuais quando nos implicam apenas a nó ou colectiva quando apenas são sentidas quando vivemos em sociedade. 
2. Qual das classificações acima estará mais relacionada com a Pirâmide de MaslowJustifica.
A classificação que está mais relacionada com a Pirâmide de Maslow é aquela que classifica as necessidades quanto à sua importância (primárias, como as necessidades fisiológicas e …